Diante da falta de transparência, os deputados Serafim Corrêa (PSB), Delegado Péricles (PSL) e Dermilson Chagas (sem partido) apresentaram nesta quinta-feira, 18, um Requerimento à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) solicitando que seja expedido um ofício para que o TCE-AM (Tribunal de Contas) detalhe o resultado do pregão para construção de um muro de R$ 7,7 milhões no órgão.

No dia 11 deste mês, Serafim denunciou, na tribuna da Casa Legislativa, que a Corte de Contas iria gastar não mais R$ 1 milhão, mas R$ 7,7 milhões para realizar a limpeza e construção de um muro no terreno anexo da Corte de Contas.

“Quero destacar que naquele valor de R$ 7,7 milhões, R$ 2,1 milhões serão para a reforma da fachada da escola de contas. Senhores, a Escola de Contas tem menos de cinco anos, é um absurdo dizer que vai fazer uma reforma agora  e que só a reforma da fachada vai custar R$ 2,1 milhões. Que exemplo o TCE estará dando para todos aqueles que tem a obrigação de fiscalizar? O Tribunal está dando um péssimo exemplo”, disse Serafim durante discurso na sessão plenária da ALE-AM nesta quinta-feira, 18.

“Agora, além desse valor para reforma de fachada, o TCE quer usar R$ 1,2 milhão na capinação do terreno. Na quarta-feira, 17, perguntei para o secretário de Limpeza Pública, Sabá Reis, se haveria algum problema da Semulsp fazer a capinação do terreno adquirido pelo TCE. Ele me respondeu que em absoluto a secretaria estava à disposição da Corte de Contas para realizar a capinação sem qualquer custo”, destacou o parlamentar.

No Requerimento n° 5714/2021, os deputados pedem que o Tribunal de Contas esclareça o resultado do pregão, empresa vencedora (se houver), objeto da contratação, previsão da contratação, valor da contratação e quais fundamentos utilizados para fixação de previsão orçamentária “em valor tão vultoso”.

O Pregão, conforme divulgado no Diário Oficial do TCE-AM foi agendado para a sexta-feira, 12, mas até aqui não há a informação sobre o resultado do certame.

“Como que o TCE-AM vai cobrar transparência dos órgãos, das prefeituras, se ele mesmo não é transparente. Para você cobrar você tem que dar o exemplo. O Tribunal pratica a contramão do que diz a Constituição Federal, a Lei Orgânica do próprio TCE estabelece. Eles estão na contramão da história, na contramão do momento. Nós apresentamos um Requerimento pedindo informações e espero que o TCE responda e nos dê os esclarecimentos, porque nós fazemos a boa luta, a luta em defesa do erário”, concluiu o deputado.

Censura

 Da tribuna da Aleam, o deputado estadual Serafim Corrêa condenou a censura sofrida por veículos de comunicação (jornais impressos, TVs e sites) na divulgação desse tema.

“Agora, o Tribunal de Contas patrocina os veículos de comunicação, sites de notícias e a pessoa responsável por esse repasse ligou para todos os veículos para censurá-los, proibindo que fosse publicado matérias enviadas pelo deputado estadual Delegado Péricles e por mim, sob pena de corte dos patrocínios do Tribunal. Isso é uma denúncia séria que estou fazendo aqui e me dirijo a todos do TCE-AM, porque esta pessoa está indo além de todos os limites e isso está sendo feito de forma indiscriminada por conta desse assunto”, denunciou o deputado.

O deputado Delegado Péricles reforçou que a prática de censura contra os veículos de comunicação é grave e ilegal.

“A denúncia que o deputado Serafim traz hoje é grave, porque o que está acontecendo é ilegal, porque se havia a previsão de realização de um Pregão na sexta-feira, 12, e até agora não se sabe se ocorreu ou não, e o valor pretendido é de quase R$ 8 milhões. E o interessante de tudo isso é que essa situação não é publicada em nenhum portal, nenhum blog, nenhuma mídia, por pressão do Tribunal”, declarou Péricles.

A deputada estadual Mayara Pinheiro, do PP, observou que, ao cobrar transparência no Pregão para construção de um muro milionário, Serafim e Péricles cumprem o dever, enquanto parlamentares, de representar e proteger o erário público.

“Os deputados Serafim e Delegado Péricles têm realmente fiscalizado o erário público e, portanto, merecem ser respeitados e mais uma vez lembrar que nós estamos aqui para proteger e dar voz aos problemas da população. Como representantes do povo, devemos ser respeitados”, disse a parlamentar.

União entre Casas Legislativas

 Líder do PSB no parlamento estadual, Serafim declarou que esse é o momento das Casas Legislativas demonstrarem união e propôs que os vereadores Rodrigo Guedes (PSC) e Amom Mandel (sem partido), que tem como principal bandeira a transparência no uso dos recursos públicos, cobrem do TCE-AM o resultado do pregão para construção do muro de quase R$ 8 milhões.

“O delegado Péricles, da tribuna, convidou os vereadores Rodrigo Guedes e Amom Mandel, que serrem fileiras em prol da transparência dos gastos públicos realizados pelo TCE-AM, em especial referente a essa obra do muro de R$ 7,7 milhões, onde tem a capinação do terreno por R$ 1,2 milhão. Já que essa é a bandeira deles, a bandeira da transparência, o que a gente espera é que eles reforcem essa cobrança”, propôs Serafim.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Duplicação da AM-070 será inaugurada no dia 20 de dezembro, anuncia Wilson Lima durante fiscalização a obra

Governador fiscalizou pavimentação dos últimos 300 metros da estrada; próxima etapa é a instalação de 11 quilômetros de sinalização da rodovia

Em 24 horas, Polícia Militar prende 19 pessoas no Amazonas

Em Coari, um homem foi preso por tentativa de homicídio contra uma mulher e uma menina de 12 anos.

Nove veículos com restrição de roubo ou furto são recuperados pela Polícia Militar nas últimas 24 horas

Carros e motos recuperados foram conduzidos à delegacia especializada

Com doação da BRF, Mesa Brasil entregará mais de 10 mil chesters para instituições sociais de Manaus e Manacapuru

A campanha é realizada há seis anos e em 2021 serão entregues um total de 200 mil chesters em todo o Brasil.