Estudantes de todo Brasil, fazem o segundo dia de prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio

O Instituto Euvaldo Lodi (IEL Amazonas) oferece para esta quinzena 29 vagas de estágio com atuação em regime presencial, para estudantes de nível superior, com bolsas que vão de R$ 650,00 a R$ 800,00 reais, mais auxílio transporte.

As vagas para nível superior são para os cursos de Administração (oito), Ciências Contábeis (três), Gestão da Qualidade (uma), Ciências Econômicas (uma), Engenharia de Produção (uma), Logística (duas), Design (duas), Publicidade e Propaganda (três), Design Gráfico (três), Ciência da Computação (uma), Sistema de Informação (três) e Informática (uma)

Para participar do processo, os candidatos devem ter cadastro no site do IEL Amazonas (www.fieam.org.br/iel) e manter todos os dados pessoais, escolares e de conhecimentos gerais atualizados, incluindo telefone e e-mail. Mais informações pelo site e redes sociais do IEL (Facebook e Instagram) e pelo Whatsapp (92) 98134-0259.

O IEL não recebe currículos por e-mail e nem de forma presencial. A participação toda será via sistema por meio do cadastro. As vagas ficarão disponíveis até completar o número máximo de candidatos a serem encaminhados de acordo com a demanda da empresa cliente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Inscrições para o concurso da Semsa começarão a partir do dia 5 de janeiro

Os candidatos aprovados e nomeados desempenharão suas atividades nas unidades da Semsa, na cidade de Manaus – rural e ribeirinha.

Sine Amazonas divulga 16 vagas de emprego em diversas áreas para esta terça-feira (10/08)

Maioria das vagas é para consultor comercial.

Escolas da rede pública estadual do interior começam a aplicar as provas do Saeb

Os resultados serão divulgados no ano seguinte e produzem os principais indicadores da qualidade da educação básica no país

FUnATI abre inscrições para escolarização de adultos e idosos

O programa é voltado para pessoas a partir de 30 anos de idade que não concluíram o ensino fundamental (alfabetização até o 5º ano)