A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) está em constante monitoramento do aumento das demandas nas unidades de urgência e emergência do Amazonas, devido aos casos de síndromes respiratórias, durante o inverno amazônico. A grande busca por atendimento nessas unidades de portas-abertas é de pacientes com perfil ambulatorial, com classificação de risco baixo, não evoluindo com gravidade e internação, e que podem receber a primeira assistência em uma Unidade Básica de Saúde (UBS).

A secretária executiva adjunta de Políticas em Saúde, da SES-AM, Nayara Maksoud, destacou o monitoramento das síndromes gripais, incluindo os vírus respiratórios em circulação no estado.

Secretária executiva adjunta de Políticas em Saúde, da SES-AM, Nayara Maksoud (FOTOS: Rodrigo Santos/SES-AM).

“Pelo nosso monitoramento, através de vários painéis tanto de vigilância quanto de assistência, estamos identificando que esses pacientes, na sua maioria, são classificados como de baixo risco. Pacientes que também podem procurar atendimento nas Unidades Básicas de Saúde. Uma orientação à população é que no caso de sintomas leves, como dor de cabeça, febre e coriza, procure uma UBS mais próxima da sua casa”, orientou a secretária. 

Diagnóstico – A testagem está sendo prioritária na classificação dos pacientes com sintomas gripais. Para agilizar esse processo, a SES-AM está orientando e municiando as unidades de saúde para ampliar a oferta do teste de antígeno, que libera o resultado de forma mais rápida.

“Todas as unidades de urgência e emergência do Amazonas ofertam o teste de antígeno para identificação se um dos vírus circulantes é ou não a covid-19; e isso propicia uma melhor organização do fluxo na porta das unidades. Temos um volume maior de pacientes, mas a rede estadual de saúde não deixa de atender nenhum paciente que procura pelos nossos serviços”, afirmou Nayara Maksoud. 

(FOTOS: Rodrigo Santos/SES-AM).

Orientações – A secretária executiva adjunta de Políticas em Saúde da SES-AM também orienta a população a manter os cuidados de prevenção à Covid-19, que são os mesmos para os demais vírus respiratórios circulantes neste período chuvoso.

“Importante que a população, nesse período sazonal onde as síndromes gripais estão mais acentuadas, procure manter o uso de máscara, a lavagem das mãos, observe seus sinais e sintomas, tanto adulto quanto criança, e procure o serviço médico quando sentir necessidade. Toda a rede de oferta assistencial de saúde está à disposição da população, melhorando a cada dia de acordo com o cenário epidemiológico”, informou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Governo do Amazonas vai mapear escolas sem internet no interior

Levantamento em conjunto com Ministério das Comunicações também irá identificar tipo de energia elétrica utilizado em 553 escolas de 39 municípios

Wilson Lima lança pacote de R$ 11 milhões para recuperação do sistema viário de Maraã

O governador Wilson Lima lançou, nesta terça-feira (28/05), pacote de obras de…