O Governo do Amazonas prorroga por mais uma semana o período de retirada dos cartões do Auxílio Estadual Permanente para famílias beneficiadas em Manaus. A distribuição dos cartões, que encerraria nesta sexta-feira (10/12), seguirá de 13 e 17 de dezembro, das 8h às 16h, no Centro Estadual de Convivência da Família (CECF) Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova, zona norte de Manaus.

Dos 158.251 cartões destinados às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza da capital, cerca de 139 mil haviam sido distribuídos até esta sexta-feira (10/12), que equivale a quase 90% do total. Aproximadamente 19 mil beneficiários de Manaus ainda não foram receber o Auxílio.

(FOTOS: Roberto Carlos/Secom).

“Essas pessoas que ainda não identificaram que são beneficiárias podem entrar no site www.auxilioestadual.am.gov.br e inserir CPF e data de nascimento. Qualquer dúvida, também pode entrar em contato com a Ouvidoria da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), nos telefones (92) 2121-7837 ou (92) 2121-7821″, afirmou Selma Melo, chefe do departamento de Proteção Social Básica da Seas.

Por meio do site também é possível verificar o dia e horário previstos para o recebimento.

Selma informou, ainda, que as pessoas acamadas, hospitalizadas e com dificuldade de locomoção também estão recebendo o Auxílio.

“Um familiar pode nos procurar aqui no Centro de Convivência Padre Vignola, vamos verificar a documentação e fazer a entrega in loco, seja no hospital ou seja na residência”, explicou.

(FOTOS: Roberto Carlos/Secom).

A entrega do benefício iniciou no dia 10 de novembro, em nove pontos espalhados por todas as zonas de Manaus. Depois de 16 dias, os cartões remanescentes passaram a ficar concentrados no Centro de Convivência Padre Vignola onde, em 10 dias (1º a 10/12), mais de 6 mil famílias foram alcançadas pelo benefício.

Envolvimento dos servidores – A coordenadora Ítala Rodrigues, que integra a equipe de entregas do CECF Padre Pedro Vignola, destaca o empenho dos servidores envolvidos nos trabalhos do Auxílio Estadual Permanente.

“Nesses dez dias a gente teve um ritmo diferenciado da primeira etapa da entrega. Mas o que a gente percebe na equipe do Governo é um sentimento de gratidão, apesar de estarmos desde o dia 9 de novembro, 30 dias trabalhando na entrega do cartão em Manaus, a gente percebe que a equipe continua entusiasmada”, ressalta Ítala.

“Temos pessoas que choram, que agradecem, que oram. E isso é a bateria que a equipe precisa para se manter firme e feliz por estar realizando esse trabalho. Nós não estamos entregando apenas um cartão, estamos levando esperança para essas famílias”, acrescenta a coordenadora.

Famílias beneficiadas – O autônomo Marcos Alberto, 39, foi ao Centro Convivência nesta sexta-feira e saiu com o cartão desbloqueado para uso.

“Eu não imaginava que podia ser contemplado. Ligaram para mim, confirmaram meus dados e hoje eu vim retirar. Eu trabalho com trufas e os primeiros R$ 150 vou usar para comprar material, já não vou mexer no dinheiro que é para as minhas despesas pessoais e vou conseguir aumentar meu lucro”, detalhou ele, que é pai de quatro filhos menores de idade.

Para a dona de casa Glace Kelly Santos, 37, o recurso proveniente do Auxílio Estadual garante alimentação para ela e os dois filhos.

“Eu trabalho com cosméticos, o cartão vai ajudar na compra de frutas, da carne, que está cara, uma alimentação melhor para meus filhos. Eu agradeço, isso é uma garantia para ter uma alimentação básica na mesa”, disse Glace.

Entregas no interior – O governador Wilson Lima iniciou, nesta sexta-feira (10/12), a entrega do cartão Auxílio Estadual Permanente para as famílias dos municípios da calha do Rio Madeira, começando por Humaitá e Manicoré. Ao todo, mais de 14 mil famílias serão atendidas nas seis cidades que compõem a calha.

Com mais estes dois municípios, chega a 52 o número de cidades alcançadas pelo Auxílio Estadual.

Até a quinta-feira (09/12), mais de 233.139 mil cartões já haviam sido entregues em todo o estado, 77,71% do total de 300 mil famílias que serão contempladas em todo o estado. Só no interior, o benefício já alcança mais de 91 mil famílias.

Auxílio Estadual Permanente – O programa, criado pelo governador Wilson Lima, é coordenado pela Secretaria de Assistência Social (Seas) e pelo Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), com a colaboração de outras secretarias estaduais.

O Auxílio Estadual é considerado o maior programa estadual de distribuição de renda da história do Amazonas e vai atender 300 mil pessoas com uma ajuda financeira mensal de R$ 150 de forma permanente.

Todas as famílias a serem beneficiadas pelo Auxílio Estadual estão inscritas no Cadastro Único (CadÚnico), do Governo Federal. O CadÚnico é o conjunto de informações sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza, criado para implementação de políticas públicas capazes de promover a melhoria de vida.

Para a entrega do cartão, está sendo utilizado o aplicativo Sasi. Serão inseridos dados da família beneficiada e será feito o registro fotográfico do beneficiário com o cartão Auxílio Estadual recebido e documentação em mãos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Shopping Manaus ViaNorte tem horários estendidos a partir da próxima sexta-feira (17)

O sorteio dos prêmios acontece no dia 3 de janeiro de 2022.