A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) realiza mais uma Feira do Pirarucu, resultado do manejo da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Mamirauá, localizada no município de Fonte Boa (a 677 km de Manaus). A edição, a última do ano, será realizada na próxima sexta-feira, dia 10 de dezembro, e sábado, dia 11/12, das 7h30 às 12h ou até acabar o estoque, na sede da FAS, situada na Rua Álvaro Braga, 351, bairro Parque 10.

O atendimento será feito por meio de distribuição de senhas, com 150 senhas disponíveis por dia.

Serão vendidas quatro toneladas de pirarucu manejado pelos pescadores da Associação de Moradores e Usuários da RDS Mamirauá Antônio Martins (Amurmam), Unidade de Conservação (UC) administrada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema/AM). Os preços variam por quilo e peça: filé a R$ 25, manta a R$ 18, ventrecha por R$ 14 e carcaça a R$ 6. 

Haverá um limite de venda de cinco quilos de filé de pirarucu por comprador. O atendimento será feito por meio de distribuição de senhas, com 150 senhas disponíveis por dia.

“Esta é a última edição do ano de um evento que proporciona geração de renda e valorização da produção sustentável do nosso estado. Desta vez, serão oito famílias produtoras do Setor Solimões de Baixo da RDS Mamirauá que serão beneficiadas com a ação. Convidamos todos a participarem da Feira do Pirarucu e adquirem um produto de qualidade, manejado por gente da nossa terra”, reforça o gerente do Programa Floresta em Pé da FAS, Edvaldo Corrêa. 

Haverá um limite de venda de cinco quilos de filé de pirarucu por comprador.

Segundo ele, todos os protocolos de manuseio e armazenamento correto do peixe, da pesca ao transporte, foram seguidos. 

A venda do pirarucu pela FAS tem autorização do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Amazonas (Sema), com apoio da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror).

O Floresta em Pé é o programa da FAS que, por meio de recursos do Fundo Amazônia/BNDES e Bradesco, incentiva o manejo do pirarucu e de outras cadeias produtivas em Unidades de Conservação (UC) do estado, como a RDS Mamirauá. Manejadores participam da Associação de Moradores e Usuários da RDS Mamirauá Antônio Martins (Amurmam), que tem assessoria técnica do Instituto de Desenvolvimento Sustentável de Fonte Boa (IDS-Fonte Boa). 

Sobre a FAS

A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) é uma organização da sociedade civil, fundada em 2008, com sede em Manaus (AM). Atua com a missão de contribuir para a conservação ambiental da Amazônia através da valorização da floresta em pé e sua biodiversidade e da melhoria da qualidade de vida das comunidades ribeirinhas associada à implementação e disseminação do conhecimento sobre desenvolvimento sustentável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Com ‘viradão’, Governo do Amazonas retoma entrega do Auxílio Estadual permanente a famílias de Coari

Somente no município, cerca de 5.046 pessoas serão contempladas pelo benefício

Vendas no comércio sobem 1,9% no Amazonas, segunda maior alta do país

Os dados são da Pesquisa Mensal de Comércio (PMC), divulgada hoje (14) pelo IBGE.

No primeiro dia, escola de Itacoatiara registra entrega de mais de 500 cartões do Auxílio Estadual

O Ceti Dom Edward Marskell, no bairro Tiradentes, foi disponibilizado pela Secretaria de Estado de Educação e Desporto para receber a população.