A 43ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro) que inicia amanhã e segue até domingo (12/12), será realizada em formato híbrido: virtual e presencial, no Kartódromo da Vila Olímpica, no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus. Para participar presencialmente, será obrigatório apresentar a carteira de vacinação comprovando esquema vacinal completo contra a Covid-19, além das medidas não farmacológicas que incluem o uso de máscara e o distanciamento social.

Doutor Anoar Samad (FOTOS: Bruno Zanardo/Secom e Divulgação/Sepror).

“A entrada, o ingresso é a carteira de vacinação e a carteira de identidade. Lá dentro também foram desenhadas normas sanitárias. Nós vamos ter um local da Fundação de Vigilância em Saúde Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP). Nós somos responsáveis pela coletividade. Observamos os eventos, se não são cumpridas as regras sanitárias, precisamos voltar atrás com esses eventos. Pela coletividade, eu peço que cumpram as regras sanitárias”, alertou o titular da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), doutor Anoar Samad.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, ressalta que, além de o evento ser realizado em local aberto, amplo e com circulação de ar, haverá o controle sobre os participantes, para garantir o cumprimento das medidas exigidas.

“A Expoagro tem um diferencial, é um local em que você vai conseguir ter um controle de acesso. O passaporte para entrar na Expoagro vai ser também o esquema completo de vacina e estaremos lá mantendo esse controle, principalmente, também, com a adesão às medidas não farmacológicas”, observou Tatyana.

Diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim (FOTOS: Bruno Zanardo/Secom e Divulgação/Sepror).

A Expoagro acontece das 9h às 22h, com limite de 50% de público, conforme estabelecido nas medidas de segurança, previstas no protocolo sanitário dos órgãos de Vigilância Sanitária e Saúde do Estado.

Tradição – Um dos eventos mais tradicionais do Amazonas, a Expoagro tem, em 2021, expectativa de movimentar cerca de R$ 100 milhões em negócios. A feira é a maior vitrine do setor agropecuário no estado e foi resgatada pelo Governo do Estado em 2019, após seis anos sem ser realizada.

“A Expoagro é a maior feira de agronegócio e da agricultura familiar do Amazonas. Esse ano, ainda por conta da pandemia, ela será no formato híbrido, presencial e virtual. As pessoas podem acompanhar toda programação por meio da plataforma digital, www.expoagroam.com.br. Para quem optar em ir ao parque de exposições, a entrada é gratuita, porém o ingresso é a carteira de vacinação e documento oficial com foto”, reforçou o secretário de Produção Rural, Petrúcio Magalhães Júnior.

Secretário de Produção Rural, Petrúcio Magalhães Júnior (FOTOS: Bruno Zanardo/Secom e Divulgação/Sepror).

Para impulsionar as negociações da feira, o governador Wilson Lima assinou o decreto que isenta o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). A isenção fiscal é direcionada ao comércio de veículos utilitários, botes de alumínio, tratores, grupos geradores, materiais para pesca em geral, ração para peixes, ovinos e caprinos, entre outros produtos de origem animal e maquinários agrícolas.

Programação – A programação de shows começa nesta quinta-feira (09/12), com apresentações do grupo Kboclos, Jean Sarrafo e Daniel Trindade. Na sexta-feira (10/12), é a vez de Nelly Miranda, e Igor Oliveira e banda. As atrações continuam no sábado (11/12), com apresentação da cantora Liah Oliveira e Guto Lima. E finalizando a agenda musical, domingo (12/12) tem show do cantor Nill Moreno e da Banda John Veiga.

Todas as programações serão gratuitas, incluindo as atividades técnicas entre palestras e cursos, além dos shows musicais com atrações locais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Ação da Defensoria pede multa milionária contra a Amazonas Energia e suspensão de novos medidores

O pedido foi protocolado na tarde desta sexta-feira (18), durante o plantão cível.

Número de motoristas dirigindo sob efeito de bebida alcoólica cai 20% em Manaus, aponta Detran-AM

Ao longo de 2021, a Operação Lei Seca autuou 1.445 condutores que dirigiam bêbados e outros 592 que se recusaram a fazer teste do bafômetro

Suspensas visitas em hospitais do Amazonas por causa Covid-19

Pacientes acima de 60 anos, portadores de necessidades especiais, mulheres no pré…