O governador Wilson Lima realizou, nesta terça-feira (07/12), em Carauari (distante 788 quilômetros de Manaus), a entrega de três cheques-pagamento a organizações assistenciais. A verba, da ordem de R$ 200 mil, será utilizada para a aquisição de equipamentos e materiais permanentes. A ação ocorreu durante o início da distribuição do Auxílio Estadual permanente, no Centro Educacional de Tempo Integral (Ceti) Professor Pedro Alves da Silva.

(FOTOS: Lucas Silva/Secom).

Foram contempladas com os cheques as associações Casa de Apoio Júlia da Rocha Melo e das Mulheres Agroextrativistas do Médio Juruá (ASMAMJ). Os recursos são provenientes de edital do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS). Mais de 900 pessoas devem ser beneficiadas com o repasse de recursos.

“A gente tem tido uma preocupação muito grande com o social. Essas instituições que estão sendo agraciadas, durante a pandemia, não puderam parar. Trabalham basicamente com voluntariado e tiveram muita dificuldade com doações. Por isso, o Estado do Amazonas tem priorizado essas associações sérias de apoio à mulher, ao idoso e à criança”, afirmou o governador, que coordenou o evento ao lado da primeira-dama do Estado, Taiana Lima.

(FOTOS: Lucas Silva/Secom).

A Casa de Apoio Júlia da Rocha Melo atende, aproximadamente, 240 pessoas, e atua no assistencialismo social básico, com trabalhos de inclusão e suporte a pessoas em tratamento oncológico, em Carauari, viabilizando atendimento e medicamentos como forma de garantia de direitos aos pacientes com câncer. Com o cheque, no valor de R$ 77,8 mil, a associação irá adquirir equipamentos permanentes, como motos, computadores, condicionadores de ar, bebedouro, armário e geladeira, dentre outros itens.

Participação feminina – A ASMAMJ é conhecida por realizar acompanhamento com pessoas em situação de vulnerabilidade e risco social, rodas de conversas guiadas e encontros de casais, a fim de reduzir a violência doméstica. Também promove ações de empreendedorismo, cursos de parteiras tradicionais e oficina de resgate do conhecimento sobre plantas medicinais. Com o aporte de R$ 122,6 mil, a associação vai adquirir um bote de alumínio, motor rabeta, equipamentos de informática e outros materiais permanentes.

“Essa quantia tem um significado enorme, porque vai ajudar no crescimento da Associação, vai apoiar as mulheres nas suas atividades de empreendedorismo e vai fortalecer a Associação para que ela possa continuar ajudando as mulheres do Médio Juruá”, afirmou Quilvilene Figueiredo, presidente da ASMAMJ.

A aquisição desses equipamentos permitirá a participação feminina na cadeia de óleos vegetais, no Médio Juruá, com garantia e mais qualidade e segurança no trabalho, além de aumentar a produção da saboaria artesanal protagonizada por mulheres da região.

Atualmente, o grupo atende cerca de 670 mulheres, direta e indiretamente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Maternidades da capital têm atendimento reorganizado para evitar contaminações por covid-19

Pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e Covid-19 serão encaminhadas para unidades de referência

Governo convoca mais de 1,3 mil temporários para reforçar hospitais; Inscrições seguem até domingo

Os profissionais já foram contratados pela urgência na demanda e atuam em SPAs, hospitais e outras unidades da capital