O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-AM) intensifica as fiscalizações no interior do Amazonas nesta semana. A equipe do órgão esteve em São Paulo de Olivença, município a 985 quilômetros de Manaus, e em Amaturá, a 909 quilômetros da capital, com três agências bancárias e quatro postos de combustíveis autuados.

O primeiro local visitado pelos fiscais foi São Paulo de Olivença. Lá, eles autuaram duas agências bancárias por descumprimento da Lei das Filas, e três postos por falta do Código de Defesa do Consumidor e de placas informando o valor do litro do combustível e da placa da Lei do Troco.

Já em Amaturá, a equipe do Procon-AM autuou um banco por falta de dinheiro nos caixas e um pontão (posto fluvial) pelo mesmo problema dos estabelecimentos em São Paulo de Olivença.

“Os estabelecimentos têm a obrigação de deixar o Código de Defesa do Consumidor (CDC) em local de fácil acesso, assim como placas informativas sobre os valores e a Lei do Troco. O Procon-AM fez as autuações e vai acompanhar o andamento delas para que não haja reincidência. O mesmo vale para as agências que desrespeitam a Lei das Filas”, aponta Jalil Fraxe, diretor-presidente do órgão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Governo do Amazonas envia equipe técnica para investigar casos de Covid-19 em Santo Antônio do Matupi, nesta segunda-feira (20/12)

A ação faz parte de investigação epidemiológica em virtude do aumento de casos na área rural de Manicoré

Prefeitura intensifica serviços de recomposição asfáltica no bairro Nova Esperança

As ações programadas semanalmente seguem um cronograma executado pelos servidores da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf).

Wilson Lima dá início a Megavacinação para intensificar número de imunizados contra a Covid-19 nos 62 municípios

Em Manaus, uma carreta foi montada para ser ponto de vacinação itinerante nos bairros

Governo do Amazonas, por meio da Cema, distribuiu mais de 8,6 milhões de insumos em 2021

Com a descentralização do Ceaf para municípios do interior, mais usuários foram contemplados