O Governo do Amazonas, em parceria com o Ministério da Saúde (MS), a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) e prefeituras, realiza, a partir desta quarta-feira (08/12), uma ação para intensificar a vacinação contra a Covid-19 em todos os 62 municípios do estado. A estratégia da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) prevê avançar em até 20% a cobertura vacinal no território amazonense.

“Nós estamos em parceria com os municípios do estado, com as secretarias de Saúde municipais, intensificando a vacinação. Vamos iniciar amanhã o que chamamos de Mega Vacinação”, informou o secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad, durante coletiva de imprensa realizada na sede da SES-AM, nesta terça-feira (07/12).

(FOTOS: Herick Pereira/Secom).

O secretário ainda acrescentou que a estratégia da Mega Vacinação em todos os municípios será parecida com a realizada em Manaus, disponibilizando a vacina o mais próximo da população, sendo em locais de grande circulação ou de casa em casa.

Para o lançamento da ação, Anoar Samad anunciou que em Manaus será instalada a Carreta da Vacinação, que ficará na Praça Heliodoro Balbi – Praça da Polícia, funcionando entre 9h às 16h. O novo posto itinerante de vacinação inicia o funcionamento amanhã (08/12) e segue até o dia 23 de dezembro.

“A nossa intenção, assim como o sucesso da vacinação nos shoppings, é disponibilizar as vacinas o mais perto possível da população para que com isso haja um estímulo”, ressaltou o secretário de Saúde, esclarecendo que a carreta deve ir para outros bairros onde tem baixa cobertura de vacinação.

Anoar Samad (FOTOS: Herick Pereira/Secom).

De acordo com a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), Tatyana Amorim, a Mega Vacinação é uma forma de incentivar os municípios a alcançarem a meta de cobertura vacinal com o esquema completo de aplicação das doses.

“Onde tem maior fluxo de pessoas e o município entender que são supermercados, vão instalar os seus pontos de vacinação em supermercados. Se eles acharem que tem que ser casa em casa, busca ativa, vai ser feita a busca ativa. Os municípios que entendem as suas especificidades e onde tem um maior fluxo e onde tem as maiores coberturas baixas vão intensificar”, disse a diretora-presidente da FVS-RCP.

Para Tatyana Amorim, a estratégia tem o objetivo de as secretarias municipais de Saúde melhorarem as coberturas vacinais, sobretudo, no interior do Amazonas.

O subsecretário de Gestão da Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa), Djalma Coelho, enfatiza que a taxa de cobertura vacinal na capital está em 76,54%, mas a meta é alcançar os 90% com as ações realizadas pela parceria entre Estado e Prefeitura.

“Quanto mais estratégias forem engajadas nesse planejamento, em fazer com que a gente possa ampliar ainda mais essa cobertura vacinal em Manaus, a gente vai estar abraçado com esses projetos”, afirmou.

Registro da vacinação – Também em parceria com o Ministério da Saúde, o Governo do Estado vai desenvolver ações para qualificar e ampliar o registro da vacinação em 21 municípios do Amazonas, no período de 10 a 22 de dezembro.

Após levantamento realizado pelo Governo do Estado, foram identificados os municípios que têm o maior índice de ausência de registros de vacinação, ou seja, os que menos registram a aplicação das vacinas contra a Covid-19.

Os municípios são Manaus, Parintins, Santo Antônio do Içá, Tapauá, Jutaí, Maués, Amaturá, Carauari, Iranduba, Apuí, Benjamin Constant, Manicoré, Nova Olinda do Norte, Itacoatiara, Fonte Boa, Borba, Maraã, São Paulo de Olivença, Manacapuru, Tabatinga e Presidente Figueiredo. 

Outras estratégias – Equipes da SES-AM e da FVS-RCP vão se deslocar para os municípios de Autazes, Codajás, Iranduba, Manacapuru, Nova Olinda do Norte, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva e Tefé para auxiliar na intensificação da vacinação. O objetivo é alcançar os bolsões de pessoas não vacinadas suscetíveis ao coronavírus nas áreas rurais dos municípios.

Para esta ação, o Estado conta com um plano operacional feito por cada município para ser executado no prazo de 60 dias, com o apoio do Governo e do Ministério da Saúde.

De acordo com dados da SES-AM, 64% dos municípios do Amazonas possuem população rural maior do que a urbana, sendo necessário priorizar ações para alcançar estas pessoas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Carreta Vacina Amazonas vai ao Nova Vitória a partir desta quinta-feira (27/01)

Vacinação será no Ceti Cinthia Régia Gomes do Livramento, das 9h às…

Ruas, travessas, becos: Manaus criou 99 logradouros públicos ano passado

A cidade de Manaus conta com 15.775 logradouros públicos, distribuídos entre ruas, vias,…

Envira ganha nova loja de atendimento aos clientes

O espaço possui móveis modernos, aparelhos de ar-condicionado e televisão, apresentando um visual agradável.