Com um acumulado de 248% em mais entradas de processos de licenciamento urbanístico, a Prefeitura de Manaus, via Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) recebeu, em novembro de 2021, 734 processos para análise de projetos, contra 211 do ano passado, no mesmo mês. Mais processos e projetos em análise representam maior volume de licenciamento e, consequentemente, alta na arrecadação municipal no segmento. Em novembro, o instituto somou R$ 1.910.554,79 em arrecadação, quando no mesmo período de 2020 esse valor foi de R$ 1.118.733,78, um incremento de 70,78%, o quarto melhor do ano.

A construção civil no Brasil vem apontando crescimento e Manaus não é diferente, com a previsão de lançamento de 34 mil unidades habitacionais (Fotos – Divulgação / Arquivo Implurb).

No acumulado de 2021, a autarquia arrecadou R$ 21.784.353,12, uma variação positiva de 72,11% em relação ao período de janeiro a novembro do ano passado, quando somou R$ 12.657.443,16. O mês com maior volume arrecadado foi o de junho, quando somou R$ 2.558.256,65.

Os números são reflexo do aquecimento do setor da construção civil nacionalmente e na região, aumentando o otimismo e o licenciamento urbano na Prefeitura de Manaus. São mais projetos em andamento para construção, licenciamento e aprovação de obras, e regularização de Habite-se junto ao Poder Público.

Caged

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), de janeiro a outubro de 2021, Manaus tem saldo positivo entre admissões e desligamentos no setor da construção civil, com 3.460 vagas.

Os maiores volumes de arrecadação são decorrentes de taxas de licenciamento de execução de obras, regularização de edificações, serviços de análise de projetos e de medidas compensatórias.

“Estamos licenciando mais e mais rápido, o que produz geração e incentivo a novos negócios, fomentando emprego e a economia, ao mesmo tempo que buscamos melhorar a prestação de serviços aos requerentes, reduzindo prazos e dando celeridade a processos. Melhoramos procedimentos, aumentando a produtividade, associada com a redução de custos e a celeridade das análises”, afirmou o diretor-presidente do Implurb, engenheiro Carlos Valente.

A construção civil no Brasil vem apontando crescimento e Manaus não é diferente, com a previsão de lançamento de 34 mil unidades habitacionais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Governo do Estado repassa mais de R$ 9 milhões para OSC’s que atuam na área da assistência social

Fomento atenderá 21 instituições da capital e interior, contempladas no edital 001/2020

Governo do Estado disponibiliza canal de atendimento para beneficiários do Auxílio Estadual permanente

Call center funcionará das 8h às 17h pelo número 0800-740-7444