A fim de garantir mais investimentos em segurança pública, habitações populares, educação, saúde e outros setores, o deputado estadual Felipe Souza (Patriota), indicou ao governo do Amazonas, implementar  as lotéricas estaduais, em respeito à decisão do Superior Tribunal Federal (STF) na ADI 4986, que definiu que a União não tem a exclusividade para explorar loterias.

 Para o parlamentar, a medida é importante pois ajudará o estado a reforçar a arrecadação e recuperar os prejuízos causados pela crise econômica, “os recursos advindos, vão auxiliar o estado em ações e programas em benefício da população”, justificou.

De acordo com o requerimento n° 6058/2021, essa arrecadação será feita com a exploração do jogo das loterias. Desde a decisão do STF sobre esse fim, os estados vêm se movimentando para criar suas próprias lotéricas. Ainda segundo o texto do indicativo, o caso mais recente é do Paraná, em que o governo do estado enviou, em outubro deste ano, o projeto de criação ao Poder Legislativo Estadual.

“A decisão do STF foi muito importante para garantir a todos os Estados da Federação, a possibilidade de explorar mais uma fonte financeira socialmente relevante relacionada à promoção de direitos sociais. Apesar dessa contribuição social ser pouco conhecida, ela tem a sua matriz na Constituição Federal, e tem como mote, proporcionar mais qualidade de vida aos cidadãos”, complementou Felipe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Wilson Lima sanciona lei que garante aposentadoria digna para servidores de 24 órgãos do Estado

Readequação da lei 3.510 é esperada há décadas por 1.987 agentes públicos

Sessão Assembleia Legislativa plenária teve como foco os servidores públicos estaduais

Os deputados falaram sobre o repasse dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Em última sessão do ano, Pleno do TCE-AM aprecia 72 processos e presidente faz retrospectiva de biênio

A sessão plenária acontecerá no auditório do TCE-AM, com participação restrita aos membros do Pleno, participantes da reunião ordinária, e servidores da Corte da Contas.

Senador Omar pede celeridade na investigação de denúncias feitas pela CPI da Covid-19

Reunião aconteceu na Procuradoria do República (DF), responsável por analisar pedidos de indiciamento feitos pela Comissão