A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) realizará a última edição do ano da Feira do Tambaqui, que ocorrerá nesta sexta-feira, dia 3 de dezembro, e no sábado, dia 4 de dezembro. Serão disponibilizadas para venda seis toneladas de peixe fresco, manejado pelos pescadores da Associação de Moradores e Usuários da Reserva de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá Antônio Martins (AMURMAM). A feira acontece na sede da FAS, situada na Rua Álvaro Braga, 351, Parque 10, a partir das 7h30 e segue até 15h.

Os preços do tambaqui variam por quilo. Até 4kg, o valor é R$ 8/kg; de 4,001 a 5 kg, R$ 10/kg; de 5,001 a 6,999 kg por R$ 13/kg; e acima de 7kg, o preço fica a R$ 16/kg. 

O peixe manejado da Feira do Tambaqui da FAS é resultado do trabalho de 23 famílias da comunidade Boiador, localizada na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Mamirauá, no município de Fonte Boa. A venda beneficiará diretamente os pescadores e suas famílias. O trabalho é possível também por conta da parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema/AM).

“A Feira do Tambaqui já é uma iniciativa consolidada que representa geração de renda e valorização do trabalho dos manejadores das Unidades de Conservação do interior do Amazonas. É uma oportunidade não só de comercializarem seus produtos diretamente para o consumidor, mas também de alcançarem novos mercados. É por meio de eventos como esse que o público conhece a qualidade dos produtos da RDS e como vale a pena investir em negócios sustentáveis”, explica o gerente do Programa Floresta em Pé da FAS, Edvaldo Corrêa.

Para a venda do tambaqui em Manaus, todos os protocolos de manuseio e armazenamento correto do peixe são seguidos desde a pesca até o transporte, garantindo qualidade ao produto e segurança alimentar aos consumidores. 

A Feira do Tambaqui da FAS tem autorização do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Sema, com apoio da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror).

O Floresta em Pé é o programa da FAS que, por meio de recursos do Fundo Amazônia/BNDES, incentiva o manejo do pirarucu e de outras cadeias produtivas em Unidades de Conservação (UC) do estado, como a RDS Mamirauá. Manejadores participam da Associação de Moradores e Usuários da RDS Mamirauá Antônio Martins (Amurmam), que tem assessoria técnica do Instituto de Desenvolvimento Sustentável de Fonte Boa (IDS-Fonte Boa). 

Sobre a FAS

A Fundação Amazônia Sustentável (FAS) é uma organização da sociedade civil, fundada em 2008, com sede em Manaus (AM). Atua com a missão de contribuir para a conservação ambiental da Amazônia através da valorização da floresta em pé e sua biodiversidade e da melhoria da qualidade de vida das comunidades ribeirinhas associada à implementação e disseminação do conhecimento sobre desenvolvimento sustentável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

5 dicas de como aproveitar o seu 13º

Especialista explica formas para aproveitar as festas de fim de ano e manter as finanças pessoais em ordem

Em Carauari, governador entrega 12 mil medicamentos e anuncia construção do primeiro Centro de Parto Normal Intra-hospitalar do interior

Carauari (a 788 quilômetros de Manaus) será a primeira cidade do interior…

Amazonas cumpre todas as metas fiscais do Programa de Ajuste Fiscal

Governo reduziu endividamento, aumentou arrecadação e promoveu equilíbrio nas contas públicas, atesta relatório do Tesouro Nacional.