O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) aprovou, nesta quarta-feira (01/12), o empréstimo de 80  milhões de dólares que será concedido ao Governo do Amazonas para financiar o Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+). O valor global do projeto é de 114 milhões de dólares, com contrapartida de 34 milhões do Estado. A aprovação do financiamento pela diretoria executiva do banco é a última etapa antes da formalização do contrato, que agora aguarda  a autorização do empréstimo pelo Senado Federal.

A nova etapa do programa, que é executado pela Unidade Gestora de Projetos (UGPE), abrangerá uma área de 340 mil m², entre as zonas sul e leste de Manaus, que se estende desde a Manaus 2000, no Japiim, até a comunidade da Sharp, no bairro Armando Mendes.

As equipes da UGPE já trabalham nas áreas do programa há cerca de um ano e meio (FOTOS: Tiago Corrêa – UGPE).

É a primeira vez que o programa alcançará a zona leste de Manaus, explica o coordenador executivo da UGPE, Marcellus Campêlo. Segundo ele, as intervenções incluem obras de infraestrutura, saneamento básico, urbanismo, habitação e recuperação ambiental. “O programa vai beneficiar, diretamente, 60 mil pessoas”, afirmou.

Entre as obras previstas estão 648 unidades habitacionais; sistema de esgotamento sanitário com 48 quilômetros de rede de coleta, seis elevatórias e uma estação de tratamento;  ampliação da cobertura de água tratada, sistema de drenagem urbana com 5 quilômetros de margens tratadas e 34 quilômetros de nova rede de drenagem urbana, além de soluções para o complexo viário da área.

De acordo com Marcellus Campêlo, a previsão de assinatura do contrato é para o próximo mês de março. “O BID avaliou o projeto e aprovou os planos de execução de cada uma das etapas, garantindo que vai financiar o Prosamin+. Agora, a operação de crédito internacional segue para o Senado dar o aval à União, que é a garantidora do empréstimo”, explicou”.

Essa formalidade, ele explica, não impede que o programa já esteja em execução. “O governador Wilson Lima autorizou a liberação de recursos da contrapartida do Estado, que é de 30% do valor global do projeto, o equivalente a 34 milhões de dólares e, com esses recursos, estamos trabalhando na área”.

Com recursos do Tesouro Estadual, o Governo do Amazonas lançou recentemente dois editais de licitação, a fim de contratar  empresa especializada para a execução de obras e serviços de engenharia para a construção de duas quadras habitacionais do Prosamin+, uma localizada na avenida Lourenço da Silva Braga, na Cachoeirinha e outra na General Rodrigo Otávio, no Japiim.

As equipes da UGPE já trabalham nas áreas do programa há cerca de um ano e meio. Entre as ações já realizadas estão os Planos de Reassentamento, Estudos de Impacto Ambiental e Social e Consultas Públicas. Recentemente, a UGPE e a Superintendência de Habitação do Amazonas (Suhab)  iniciaram o processo de certificação dos imóveis que serão reassentados.

Nesse processo, o morador recebe o documento com o qual a Suhab iniciará o processo de reassentamento. Os trabalhos de arqueologia também já foram aprovados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e já estão sendo realizados na área.

Sobre a UGPE – A Unidade Gestora de Projetos Especiais (UGPE) é um órgão do Governo do Amazonas. Tem por missão planejar e executar políticas públicas voltadas à promoção de melhorias nas áreas de saneamento básico, urbanismo e socioambiental.

A UGPE executa os projetos de implantação do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus e Interior (Prosamin+). Com as obras do Prosamin+, o objetivo é contribuir, de forma sustentável, para a melhoria dos problemas socioambientais e urbanísticos da população residente nas áreas de abrangência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Sine Manaus oferece 230 vagas de emprego nesta sexta–feira, 21/1

Devido o decreto nº 5.223/2022 os atendimentos presenciais só vão ocorrer por meio de agendamento

Faltam 10 dias para encerrar prazo de negociação com descontos dos débitos inscritos na dívida ativa do Estado

Negociações para ganhar abatimento de até 95% em juros e multas terminam em 30 de dezembro

Após recorde no crédito rural, CAIXA promete isenção e redução de tarifas

Financiamentos firmados até 31 de janeiro terão redução de até 1% na…

Wilson Lima anuncia liberação da parcela de dezembro do Auxílio Estadual e inicia entregas em Boca do Acre

No município, 2,6 mil famílias receberão o benefício de R$ 150 mensais