Há dois anos desempregada, a agente de portaria Wandernilce Santos, de 44 anos, conseguiu a primeira oportunidade de atuar em sua área há um mês, quando foi contratada para trabalhar no Centro Educacional de Tempo de Integral (Ceti) Dariana Correa Lopes, inaugurado na segunda-feira (29/11), pelo governador Wilson Lima. “O ano vai terminar muito bom porque eu estou empregada, graças a Deus”, resume a agente.

Wandernilce fez o curso de agente de portaria há três anos e ansiava para pôr em prática o que estudou. Ela, que é moradora do bairro Lago Azul, onde está situado o Ceti, foi uma das priorizadas com a oferta de empregos criada pelo Governo do Amazonas, que disponibilizou as vagas para comunitários das redondezas da escola.

Wandernilce (FOTOS: Euzivaldo Queiroz/Seduc-AM).

“Foi um benefício muito bom para a comunidade, porque tem muita mãe e pai de família desempregados na área. O Estado e a empresa deram essa oportunidade, e estamos aí. Está me ajudando com a oportunidade de crescimento, de renda. O ano vai terminar muito bom porque eu estou empregada, graças a Deus. Primeiro a Deus e depois agradecer o governador pela oportunidade que me deu”, comemora a agente.

A líder dos auxiliares de serviços gerais da escola, Alcilene Gonçalves, está feliz pelo novo emprego e por ser perto de onde mora. “Procurei a empresa que contrata, deixei meu currículo, e fui chamada por ser moradora da comunidade, ficou mais viável a vaga para mim. É uma oportunidade boa porque, além de gerar empregos, a gente pode servir a comunidade através da escola, com o nosso trabalho”, opina.

Oportunidade – A secretária adjunta de Gestão da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, Rosalina Lôbo, explica que a escola é um território de inclusão, e a comunidade precisa participar desse processo, razão pela qual os moradores locais foram priorizados nas contratações.

Este é o oitavo Ceti inaugurado pelo governador Wilson Lima desde o início de sua gestão, em 2019 (FOTOS: Euzivaldo Queiroz/Seduc-AM).

No total, são 30 pessoas empregadas, sendo oito agentes de portaria, 12 auxiliares de serviços gerais e 10 manipuladores de alimentos, todos das proximidades da unidade escolar.

“Essa escola é muito simbólica porque ela está em um local onde houve a retirada da invasão que havia no Monte Horebe, e isso passou por um processo de reordenamento daquele ambiente social. Como parte desse desenvolvimento da política do Governo do Estado, é necessário que haja o fomento de emprego e geração de renda para as famílias. Esse sentimento de pertencimento é importante nas escolas para o zelo pelo patrimônio público. É bem importante que a comunidade se sinta fazendo parte”, explana a secretária.

Ceti – Este é o oitavo Ceti inaugurado pelo governador Wilson Lima desde o início de sua gestão, em 2019. A escola tem capacidade para mil alunos e conta com laboratórios de Informática, Química, espaço maker, salas de lutas, dança e música, além de piscina, quadra  coberta e campo de futebol.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Indústria de bicicletas tem melhor primeiro bimestre desde 2013

De acordo com dados da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares – Abraciclo, esse foi o melhor resultado para os dois primeiros meses do ano desde 2013, quando 127.028 unidades saíram das linhas de montagem.

Brasil registrou 34,6 mil denúncias de irregularidades no trabalho

Irregularidades e crimes contra o trabalhador brasileiro geraram em média 95 denúncias…

Mais de 2 mil famílias de Presidente Figueiredo começam a receber o Auxílio Estadual permanente

Governador Wilson Lima esteve na cidade, onde anunciou novas obras e fez entregas para incentivar o Turismo