A 43ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro) ocorrerá entre 9 e 12 de dezembro de 2021, no Kartódromo da Vila Olímpica, no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus, e pela internet. Nesta segunda-feira (29/11), o governador Wilson Lima reuniu representantes do setor primário para anunciar o evento e assinar decreto com isenção tributária, medida que deve ajudar o evento a movimentar cerca de R$ 100 milhões em negócios.

O Governo do Amazonas inicia, ainda este ano, a construção do espaço definitivo da Expoagro (FOTOS: Artur Castro e Roberto Carlos/Secom).

A Expoagro é a maior feira de agronegócio da região Norte. Além de presencial, haverá programação pelo site www.expoagroam.com.br. Os detalhes do evento foram divulgados pelo governador, na sede da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), que coordena a realização da feira em parceria com os demais órgãos do sistema estadual de produção rural.

Na ocasião, Wilson Lima assinou o decreto que isenta o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). “É uma oportunidade também do empreendedor que vem de fora, que também tem a possibilidade de apresentar aqui melhoramento genético, a questão dos leilões. A gente tem a expectativa de que, em razão dessa demanda reprimida, possamos chegar a esse valor de R$ 100 milhões”, ressaltou.

A isenção fiscal é direcionada ao comércio de veículos utilitários, botes de alumínio, tratores, grupos geradores, materiais para pesca em geral, ração para peixes, ovinos e caprinos, entre outros produtos de origem animal e maquinários agrícolas.

A Expoagro é a maior feira de agronegócio da região Norte (FOTOS: Artur Castro e Roberto Carlos/Secom).

De acordo com o titular da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, a 43ª Expoagro fortalece o setor primário. “São vários espaços para expositores do comércio, dos serviços, institucional também, para animais. Vamos ter Fazendinha, exposições de animais, concursos de raça, leiteiro e de doces. Quem ainda quer expor e comercializar na Expoagro, procure a nossa equipe”, disse.

A feira será oportunidade para comercialização de máquinas, implementos e insumos, além de animais, como bovinos, caprinos e ovinos. A programação conta, ainda, com cursos de capacitação, ações de crédito rural e praça de alimentação.

Bioeconomia – Durante a Expoagro, a Sepror e a Secretaria de Executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) realizarão o 2º Seminário de Bioeconomia do Amazonas, com destaque para os potenciais econômicos nessa área e os benefícios à preservação ambiental.

A Expoagro será transmitida, também, pelas redes sociais do Governo do Amazonas, do Sistema Sepror (Idam, Adaf e ADS), e pela Rede de Comunicação TV e Rádio Encontro das Águas.

A Feira – A 43ª Expoagro é a maior vitrine do setor agropecuário no estado. Trata-se de uma feira tradicional, cuja realização foi interrompida durante seis anos, tendo sido resgatada pelo Governo do Estado em 2019, quando movimentou R$ 78 milhões.

Em 2020, a Expoagro ocorreu de forma 100% virtual, movimentando cerca de R$ 60 milhões no agronegócio do estado, alcançando todas as regiões do Brasil e 22 países entre América do Sul, Ásia, Europa e América Central. Durante os três dias da feira no ano passado, a plataforma do evento teve 22 mil visualizações. Além disso, o evento gerou mais de 200 mil visualizações nas redes sociais da TV Encontro das Águas, Sepror e Governo do Amazonas.

O Governo do Amazonas inicia, ainda este ano, a construção do espaço definitivo da Expoagro. O Parque de Exposição Agropecuária Doutor Eurípedes Ferreira Lins será implantado no quilômetro 2 da BR-174 e deve ser entregue em 2022.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

Amazonas tem maior queda da produção industrial do país, diz IBGE

Maiores recuos ocorreram no Amazonas, Ceará e Rio de Janeiro Entre as…

Governo do Amazonas libera 70% do público para eventos esportivos

A medida vale a partir do Torneio Internacional de Futebol Feminino. Crianças abaixo de 12 anos tem acesso liberado com apresentação de termo de responsabilidade

Prato Cheio: restaurante popular garante alimentação de qualidade à população vulnerável de Manacapuru

Inaugurado pelo governador Wilson Lima, restaurante é o primeiro do interior a oferecer almoço ao valor simbólico de R$ 1