Na manhã desta sexta-feira (26/11), a Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio das equipes da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), cumpriu mandado de prisão em razão de sentença condenatória em nome de um homem de 53 anos, pelo crime de estupro de vulnerável, cometido contra seis vítimas, todas do sexo masculino, com idades entre 6 e 14 anos de idade.

O fato criminoso ocorreu em 2010, quando o infrator ministrava aula para crianças e adolescentes, em uma escola estadual, localizada na comunidade Jesus Me Deu, bairro Colônia Terra Nova, zona norte de Manaus.

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, na época do caso, surgiram diversas denúncias de abuso sexual apontando o educador como principal autor dos fatos. Ele chegou a ser exonerado do cargo e preso pelas equipes da unidade especializada naquele mesmo ano, porém, em 2013, fugiu da unidade prisional em que estava, sendo capturado em seguida.

“Posteriormente, ele foi solto para responder ao processo em liberdade. No decorrer do processo, ficou constatado que o homem é portador do vírus HIV e que havia submetido as vítimas ao risco de contágio”, contou Joyce.

Ordem judicial – A sentença condenatória em nome dele foi expedida no dia 13 de janeiro de 2017, pelo juiz Genesino Braga Neto, da Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes.

Durante diligências nesta sexta-feira, as equipes da Depca conseguiram localizar e prender o indivíduo na casa onde estava morando, no bairro Novo Aleixo, na mesma zona onde o crime ocorreu.

Procedimentos – O homem cumprirá pena de 28 anos de reclusão em regime fechado por estupro de vulnerável. Ele será conduzido à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode gostar

PC-AM transfere cinco detentos de Eirunepé para Manaus

Por volta das 6h, Operação Xeque-Mate, ocasião em que realizou a transferência de cinco detentos para a capital.