Policiais militares da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) resgataram, na manhã desta terça-feira (23/11), um jovem de 19 anos, vítima de cárcere privado, no Centro de Manaus.

As guarnições 1499 e 1443 foram acionadas via rádio, por volta das 10h30, para verificar uma ocorrência na rua Pedro Botelho, segundo a qual estavam sendo ouvidos gritos vindos do telhado de um prédio.

Ao chegarem ao local, os policiais avistaram um indivíduo amarrado com vários hematomas, lesões e sinais de tortura. Ele informou que seria executado por criminosos de uma facção criminosa.

O jovem ainda contou que havia sido capturado na feira do bairro Campos Sales, zona oeste da cidade, quando um carro preto modelo Onix, sem placa identificada, o teria sequestrado. Ele informou que estava em cativeiro havia quatro dias, tendo chegado a presenciar a morte de sua irmã, de 17 anos, e o namorado dela, de 18 anos.

As equipes levaram o indivíduo a uma unidade de saúde no bairro Morro da Liberdade, na zona sul, onde ele recebeu atendimento médico e posteriormente foi conduzido ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP). As investigações continuam para identificar os suspeitos do crime e localizar as outras vítimas.

Denúncia – A Polícia Militar orienta à população que informe imediatamente ao tomar conhecimento de qualquer ação criminosa, por meio do disque-denúncia 181 ou pelo 190.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Durante ações realizadas nas últimas 24 horas, PM prende seis pessoas no Amazonas

Prisões foram ocasionadas por crimes como roubo e porte ilegal de arma de fogo

Polícia Civil do Amazonas prende dupla que extorquiu R$ 35 mil de idoso

Vítima era ameaçada por perfis falsos na internet de autoridades policiais e do Poder Judiciário

PC-AM inicia campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres

Durante esse período, serão realizadas ações para sensibilizar e conscientizar a sociedade acerca do tema

Delegada Roberta Merly, titular de Manacapuru, fala sobre prisão temporária de pais do menino gabriel.

As buscas em área de mata estavam sob responsabilidade do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM).