Nas últimas 24 horas, a Polícia Militar do Amazonas (PMAM) recuperou nove veículos em situação de roubo ou furto, em ações nas zonas norte, sul, leste, oeste e centro-oeste da capital amazonense.

A Polícia Militar atendeu ocorrências nos bairros Cidade de Deus, Santa Etelvina, Praça 14, Jorge Teixeira, Armando Mendes, Tarumã e Dom Pedro, respectivamente, e conduziu os carros e motos resgatados para a Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DERFV) para os procedimentos legais e retirada de restrição das placas.

Veículos localizados: 09

• Fiat/Uno Mille IE, cor verde – JWO-5049

• Fiat/Strada Working CD, cor cinza – NPA-4462

• Renault/Kwid ZEN 10MT, cor preta – QZE8J09

• Honda/CBX 250 Twister, cor amarela – JXV-9797

• Honda/CG 125 Fan, cor preta – JXB-7271

• Yamaha/Factor YBR125 K, cor vermelha – NOX-3276

• Honda/CG 150 Fan ESI, cor preta – NOU-4048

• Yamaha/YS150 Fazer SED, cor preta – PHX8D42

• Honda/CG 150 Titan EX, cor verde – PHA-3358

Denúncias – A Polícia Militar orienta à população que, ao tomar conhecimento de ações criminosas, informe imediatamente por meio do disque-denúncia 181, ou do 190.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Em pouco mais de um mês, leitos de UTI inaugurados por Wilson Lima já atenderam 58 pacientes em Parintins

Entregue no dia 15 de outubro, primeira ala de UTI está implantada no Hospital Jofre Cohen

Festa clandestina com mais de 2 mil pessoas é encerrada pela CIF

Organizador do evento não foi localizado.

Governo do Amazonas atendeu 300 pacientes trans e travestis como parte do projeto ‘TransOdara’

A inclusão dos participantes em situação de privação de liberdade é fruto da parceria com Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), por meio do Programa de Pós-Graduação em Segurança Pública, Cidadania e Direitos Humanos da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Justiça interdita matadouro municipal de Benjamin Constant, no interior do Amazonas

Matadouro estava operando sem condições de higiene e colocando a saúde da população em risco.