O programa foi idealizado pelo Governo do Amazonas para atender às famílias em vulnerabilidade social (FOTOS: Lucas Silva/Secom)

O Governo do Amazonas, por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), entregou, na manhã deste sábado (13/11), cinco toneladas de pescado, durante a 9ª edição do programa Peixe no Prato Solidário, na Arena Coliseu 1, no Jorge Teixeira, zona leste de Manaus. Além do peixe, foram entregues, também, mil cestas básicas e 1,5 tonelada de farinha. O governador Wilson Lima participou da distribuição, que contemplou 1,3 mil famílias da Comunidade Coliseu.

Uma das beneficiadas, a dona de casa Manázia Rodrigues, 50, ficou bastante emocionada ao receber o pescado. “Esse benefício representa muita coisa na minha vida. Estou muito feliz por chegar [esse benefício] para mim, muito feliz. Veio em boa hora, tenho quatro filhos. Quero agradecer ao Wilson Lima, sempre o estou acompanhando nas redes sociais, que Deus o proteja e o ilumine, que ele venha estar com a gente outras vezes”, destacou Manázia.

Também moradora da Comunidade Coliseu, Evilim Santos, gestante de oito meses, foi uma das primeiras a chegar à arena, por volta das 6h10. Ela conta que ficou ansiosa, principalmente quando viu a grande mobilização do programa Peixe no Prato Solidário.

Uma das beneficiadas, a dona de casa Manázia Rodrigues, 50, ficou bastante emocionada ao receber o pescado (FOTOS: Lucas Silva/Secom)

“Achei muito bom, porque sou eu, meu esposo e agora minha cunhada que está morando lá em casa. Somos duas gestantes e meu marido é autônomo, tem dia que ganha bem e tem dia que não ganha. Então, foi muito bom, porque vai ajudar bastante em casa. Gostei muito desse projeto”, afirmou Evilim.

Assim como Manázia, a gestante agradeceu ao governador. “Agradeço muito ao Wilson Lima, por ele ter ajudado a gente. Tem gente que reclama que é pouco, mas, querendo ou não, é uma ajuda. Uma cesta [básica] dessa é R$ 150 e não é todo dia que a gente tem R$ 150 para dar em uma cesta básica”, completou.

A distribuição dos itens foi coordenada pelos órgãos que compõem o sistema da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), e da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) e Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS).

O programa – Além de beneficiar a população, o Peixe no Prato Solidário incentiva o consumo de pescado, que tem boas práticas de manejo e controle sanitário sérios, oferecendo à população um peixe saudável e com valor nutricional completo.

Além do peixe, foram entregues, também, mil cestas básicas e 1,5 tonelada de farinha (FOTOS: Lucas Silva/Secom).

O programa foi idealizado pelo Governo do Amazonas para atender às famílias em vulnerabilidade social, que tiveram suas situações agravadas durante a pandemia. A aquisição do pescado junto aos produtores regionais é realizada pela ADS, com recursos financeiros repassados pela Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e oferece à população peixes frescos e de qualidade, como o tambaqui roelo, curumim e pirarucu.

Edições – Em oito edições já realizadas (sete em Manaus e uma no Rio Preto da Eva), o programa Peixe no Prato Solidário já distribuiu mais de 31 toneladas de peixe.

A última edição aconteceu no Residencial Viver Melhor, zona norte de Manaus, onde foram distribuídas oito toneladas de tambaqui, 2 mil cestas básicas e 2 mil abacaxis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Prefeitura disponibilizará 52 pontos de vacinação na semana de 29/11 a 3/12

Em todos os pontos são oferecidas a primeira e segunda doses e a de reforço, para quem atender os critérios do Ministério da Saúde para a proteção adicional.

Procon-AM e Ipem-AM orientam consumidores e lojistas sobre promoções da Black Friday

Durante ação em shoppings da zona leste de Manaus, produtos fora da validade e sem certificação do Inmetro foram apreendidos.

Beneficiários do ‘Auxílio Brasil’ em Manaus começaram a receber nesta quarta-feira

Na quinta-feira, 18/11, é a vez das pessoas com NIS final 2 receberem o pagamento.