Itamarati foi um dos sete municípios visitados, onde a Faar anunciou o aporte de R$ 50 mil (FOTOS: Divulgação/Faar)

O Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), anunciou fomento ao esporte em mais sete municípios das calhas dos rios Purus e Juruá.  O itinerário das visitas começou na terça (09/11) por Pauini e Boca do Acre, e finalizado na quinta-feira (11/11), após passagens por Guajará, Envira, Eirunepé, Carauari e Itamarati, este último já receberá o aporte de R$ 50 mil.

A série de visitas ao interior teve o objetivo de projetar novos investimentos no esporte amazonense, tanto o de base quanto o de alto rendimento, de acordo com as demandas coletadas em cada município. “É determinação do governador Wilson Lima que o esporte comunitário e profissional seja fomentado em todas as regiões do estado. Dessa vez, estivemos em sete municípios do interior do Amazonas. Uma viagem muito proveitosa e com a definição de excelentes investimentos para o futuro”, afirmou Jorge Oliveira, diretor-presidente da Faar.

O recurso beneficiará os projetos sociais do município voltados às diferentes modalidades esportivas (FOTOS: Divulgação/Faar).

Em Itamarati (distante 985 quilômetros da capital) o Governo do Amazonas anunciou o investimento de R$ 50 mil. O recurso beneficiará os projetos sociais do município voltados às diferentes modalidades esportivas. “É muito importante (o investimento). Itamarati está maravilhada, porque os esportistas só têm a ganhar. Só temos a agradecer por essa emenda de R$ 50 mil para a secretaria de esportes”, apontou Henoque Cavalcante, coordenador de esportes municipal.

Já em Pauini (a 923 quilômetros de Manaus), a equipe técnica da Faar conheceu o Centro Esperança e o Estádio Edgar Coutinho, onde são desenvolvidos projetos sociais como o Atletas de Cristo. Já em Boca do Acre (distante 1.028 quilômetros da capital), foram visitados os ginásios esportivos Bola Sete, Jacinto Ale e Elson Melo, além do estádio municipal Artur Leite.

Francisco Lima, secretário de cultura, esporte e lazer de Envira (a 1.028 quilômetros de Manaus) falou sobre a importância da presença estadual no município (FOTOS: Divulgação/Faar).

“A importância dessa visita é primordial, é um elo que está criado entre o Governo do Estado e o município de Boca de Acre. Isso vai trazer várias melhorias para os nossos projetos, ao nosso esporte. A gente tem um potencial grande no futebol, futsal, atletismo e vôlei”, enfatizou Thiago Pinheiro, secretário de turismo, cultura, eventos, esporte e lazer de Boca do Acre.

Francisco Lima, secretário de cultura, esporte e lazer de Envira (a 1.028 quilômetros de Manaus) falou sobre a importância da presença estadual no município. “Primeiramente agradeço a Deus, segundo lugar ao governador do estado, Wilson Lima, pela parceria que tem tido conosco. A vinda da Faar a Envira é de suma importância. Que nós possamos alavancar a cultura e esporte aqui do município”, disse.

#FaarEmAção – Desde abril deste ano, o Governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento, já esteve em mais de 50 cidades do interior. O objetivo é conhecer a realidade esportiva local, colher as demandas municipais e definir novos investimentos para o interior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Deputada cobra que Prefeitura de Manaus limpe rio Tarumã-Açú

O problema é que a quantidade de lixo tem sido tão grande que eles não estão dando conta e solicitaram ajuda.

Com público vacinado, Arena da Amazônia é palco da vitória da Seleção Brasileira no Torneio Internacional de Futebol Feminino

Governo do Amazonas sorteou 500 pares de ingressos para incentivar a vacinação e ampliar os números de pessoas imunizadas

Em pouco mais de um mês, leitos de UTI inaugurados por Wilson Lima já atenderam 58 pacientes em Parintins

Entregue no dia 15 de outubro, primeira ala de UTI está implantada no Hospital Jofre Cohen

Codam aprova investimento de R$1,3 bi em 292ª Reunião Ordinária

valor total de investimento aprovado foi da ordem de R$1,3 bilhões.