A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da 64ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Tapauá (a 449 quilômetros de Manaus), em ação conjunta com a Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), prendeu em flagrante, na madrugada de segunda-feira (15/11), Alessandro Dionísio Firmino, 27; Jazon de Amorim Ramos, conhecido como ‘Sulinha’, 23; e João Batista Rodrigues da Silva, conhecido como ‘JB’, de idade não revelada, pelos crimes de homicídio qualificado e associação criminosa.

As prisões de Alessandro e ‘JB’ ocorreram no bairro Açaí, e a de ‘Sulinha’ em um flutuante, naquele município. O crime ocorreu na noite de domingo (14/11), por volta de 22h, e teve como vítima Railque Pereira da Silva, de idade não revelada, morto em decorrência de um golpe de terçado na cabeça.

Conforme o investigador Alan de Andrade, gestor da 64ª DIP, as diligências policiais em torno dos indivíduos começaram quando as equipes de investigação da delegacia receberam a informação sobre a morte de Railque.

“A vítima se envolveu em uma briga em praça pública do município, motivada por ciúmes de sua esposa com Alessandro. Ele relatou que a mulher, de identidade não revelada, estava paquerando o homem e o mesmo correspondeu. Por isso, Railque começou uma discussão com sua companheira, que se estendeu a Alessandro, e um amigo dele, ainda não identificado. Este último, atingiu a vítima com um soco e um chute, momento em que Railque revidou as agressões e desferiu alguns golpes de arma branca no indivíduo”, relatou Andrade.

De acordo com o investigador, após o fato, a vítima fugiu em direção a sua casa, e foi perseguido por colegas de Alessandro, que conseguiram alcançá-lo próximo a um flutuante. “Railque ainda chegou a entrar em uma canoa, entretanto, os infratores obtiveram êxito em deter a embarcação, ocasião em que o atingiram com um golpe de arma branca na cabeça”, contou o gestor.

A autoridade policial disse, ainda, que a vítima foi socorrida e encaminhada com vida para o Hospital Ana Teresa, porém não resistiu ao ferimento e foi a óbito na unidade hospitalar. 

Prisões – Andrade esclareceu que Alessandro e ‘JB’ foram presos por volta da 0h30, próximos ao hospital onde a vítima estava internada. Ele ressaltou que Alessandro tentou invadir a unidade hospitalar para saber se Railque estava vivo, porém foi detido pelos seguranças. No decorrer daquela madrugada, por volta das 3h, ‘Sulinha’ foi preso em sua residência.

Procedimentos – Alessandro e ‘Sulinha’ responderão pelos crimes de homicídio qualificado e associação criminosa. Eles estão custodiados na carceragem da 64ª DIP, à disposição da Justiça.

João, o ‘JB’, foi liberado, pois ao longo das investigações constatou-se que ele não teve participação no crime, só estava junto com o Alessandro, perto do hospital onde a vítima foi a óbito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Governo do Estado inicia entrega do Auxílio Estadual permanente no interior do Amazonas

Ação começa no município de Itacoatiara nesta quinta-feira (18/11) com a distribuição de mais de 6 mil cartões.

Sine Amazonas divulga 98 vagas de emprego em diversas áreas para esta quarta-feira (27/10)

Ao todo, 98 vagas de emprego.

PC-AM deflagra Operação Blockchain Fake para desarticular organização criminosa que atua com esquemas financeiros

Prejuízo causado pelo grupo está estimado em R$ 100 milhões

Polícia Civil solicita apoio na divulgação da imagem de homem que desapareceu na Cidade Nova

George Gaia dos Santos, 29, saiu de casa para jogar futebol e não retornou mais.