Foto: Herick Pereira/Secom

O governador Wilson Lima acompanhou as ações do projeto Opera+, do programa Saúde Amazonas, nesta terça-feira (26/10), na Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ), na zona sul de Manaus. A meta é intensificar a realização de cirurgias gerais de retirada de pedra na vesícula até sexta-feira (29/10). Estão sendo atendidos 60 pacientes que tiveram a cirurgia eletiva adiada por conta da pandemia de Covid-19. Os procedimentos começaram a ser realizados na segunda-feira (25/10).

Foto: Herick Pereira/Secom

“Nós estamos aumentando a oferta de cirurgias de vesícula essa semana; são 60 cirurgias a mais para se somar àquelas que já são realizadas aqui, levando em consideração todas as especialidades dessa unidade. São avanços na área de saúde que a gente consegue fazer, resultado de um planejamento que fizemos lá atrás e também da diminuição dos casos da Covid-19”, disse o governador.

Por recomendação dos protocolos do Ministério da Saúde, procedimentos eletivos – realizados a partir de agendamento – tiveram que ser suspensos durante a pandemia. Agora, com a redução dos casos de Covid-19, o Governo do Amazonas está intensificando a realização desses procedimentos.

As cirurgias de colecistectomia na Fundação Adriano Jorge têm o objetivo de reduzir o tempo de espera pelo procedimento dos pacientes regulados pela Central Unificada de Regulação e Agendamento de Consultas e Exames (Cura). A ação está sendo realizada nos períodos diurno e noturno, envolvendo a participação de 12 cirurgiões.

“O Hospital Adriano Jorge sempre foi uma referência cirúrgica na região amazônica é onde nós ampliamos de forma expressiva as cirurgias de vesículas. E em novembro nós temos um planejamento de cirurgias urológicas, como parte das comemorações do Novembro Azul”, disse o secretário de Estado de Saúde, Anoar Samad.

Essas cirurgias se somam à rotina de procedimentos cirúrgicos executados pela FHAJ, que contabiliza a média de 400 cirurgias por mês, de acordo com a direção da unidade. De janeiro a setembro deste ano, a Fundação realizou 3.658 cirurgias; em 2020, foram registrados 3.762 procedimentos.

Além da retirada de pedra na vesícula, a FHAJ realiza cirurgias nas especialidades de ortopedia, cirurgia geral, cabeça e pescoço, buco-maxilo, urologia, otorrinolaringologia, cirurgia plástica, cirurgia torácica, proctologia, odontologia, cirurgia vascular, dermatologia e os procedimentos de colonoscopia, endoscopia e de troca de cateter duplo J.

A Fundação Hospital Adriano Jorge é referência em traumato-ortopedia na rede estadual de saúde. O deputado estadual Dr. Gomes acompanhou a visita à unidade.

Atendimento

Uma das primeiras atendidas com o procedimento cirúrgico foi Raquel Pinheiro, de 34 anos. A acompanhante da paciente, Lilian Gonçalves, destaca a rapidez e o atendimento de excelência realizado pela unidade de saúde.

“Não tenho notas para expressar a oportunidade que nós tivemos, de cuidar da saúde e estar viva, como foi o caso da Raquel, que precisou ser assistida pela UTI após complicações e já está há oito dias no hospital. A gente só tem a agradecer mesmo, muito mesmo”.

Opera+

Com o projeto, o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), passou a ofertar, no Hospital Delphina Aziz, a partir de setembro, 1.295 cirurgias a mais por mês para pacientes da rede estadual de saúde. A meta do projeto é alcançar, nos meses seguintes, 3.169 cirurgias/mês em Manaus, utilizando também outras unidades da rede estadual. O projeto prevê, ainda, a oferta de cirurgias na rede de saúde do interior do estado.

Inserido nas ações do projeto Opera+, o Hospital Infantil Dr. Fajardo intensificou as cirurgias pediátricas entre os dias 18 e 22 deste mês, realizando 112 procedimentos em 88 crianças no período. As cirurgias ofertadas foram para herniorrafias inguinais e umbilicais, fimoses e lises de aderência prepucial, hidrocelectomias, varicocelectomias, frenotomias linguais, lise de sinéquia vulvar, e exéreses cutâneas (apêndice pré-auricular, dedos extranumerários não articulados etc.).

Fisioterapia

O Governo do Amazonas também aumentou a quantidade de atendimento para fisioterapia, atendimento importante no processo de recuperação e que diminui o tempo de permanência na internação. Os procedimentos diários aumentaram de 100 para 150. Entre os procedimentos que a unidade oferece estão a radioatividade e piscina aquecida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Amazonas alcança a marca de 5.015.582 doses aplicadas nesta terça-feira (30/11)

A campanha vacina contra Covid-19 tem oito meses de duração e está disponível para pessoas a partir de 12 anos

Panorama epidemiológico da Covid-19 no Amazonas é divulgado pela FVS-RCP, nesta quinta-feira (02/12)

O boletim diário é construído com as informações disponibilizadas diariamente pelas prefeituras municipais

Médica da FCecon vence prêmio nacional do Instituto Avon sobre inovação em câncer de mama

Premiação ocorreu pela transferência de 22 pacientes para passarem por cirurgias no Rio de Janeiro, durante pico da Covid-19

Comprovante de vacinação será exigido para acesso aos prédios do MPF no Amazonas a partir de 16 de novembro

O controle de acesso abrange desde procuradores da República, servidores, estagiários e terceirizados, até advogados, prestadores de serviços e visitantes em geral.