Foto: Lucas Silva/Secom

O sonho de servir à Polícia Militar do Amazonas (PMAM) se manteve vivo por 10 anos, nos 404 novos policiais da corporação que se formaram nesta segunda-feira (25/10). Aprovados em concurso público realizado em 2011, os praças foram convocados pelo governador Wilson Lima em agosto do ano passado e, agora, após dez meses de curso de formação teórica e prática, estão prontos para servir à população amazonense como policiais militares.

Foto: Lucas Silva/Secom

Durante a formatura, realizada na Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, sob o comando do governador Wilson Lima, a emoção tomou conta dos familiares, muitos vindos do interior do Amazonas, e alguns até de outros estados.

É o caso da família Pinho, de Cruzeiro do Sul, no Acre. Além de ter sido o primeiro colocado, com a nota mais alta no curso de formação, o soldado Marcos Pinho carrega a emoção de ter entrado na corporação junto com dois irmãos, agora também soldados da PMAM.

“É um sentimento de muita gratidão a Deus, ao excelentíssimo governador do Estado, Wilson Lima, por ter honrado com seu compromisso, com sua palavra e ter nos convocado. Essa alegria é maior ainda para mim, por ter meus dois irmãos aqui comigo também. A gente veio de uma cidade do interior do estado do Acre, filhos de uma família simples, (pai) agricultor, trabalhador, e é uma forma de honrar também nossa família, nossos pais”, disse o militar.

Enquanto se preparava para o desfile de abertura da solenidade, ele celebrava a conquista em família. “Eu diria até que é uma coisa histórica na Polícia Militar do Amazonas. Três irmãos entrando juntos na corporação com a vontade de contribuir com o Estado, com a segurança pública do Amazonas. Então é uma alegria muito grande para nós, para a nossa mãe que está aqui nos honrando neste momento”, acrescentou Pinho.

A família acompanhou de perto a formatura. A mãe, Francisca Pinho, conta que a superação dos três foi ainda maior, por terem enfrentado momentos difíceis após a perda do pai. “Foi um momento muito difícil. Dia 6 de novembro já completa um ano que o meu esposo faleceu, no início do curso eles perderam o pai. A força que eu tive para sobreviver longe deles foi a força que eles me dão, de serem esses meninos guerreiros, lindos, maravilhosos”, disse a mãe, ao lado dos três filhos formados e de outras duas filhas que estiveram na solenidade.

Conquista 

Rosângela Garcia não conteve as lágrimas ao ver o irmão, o soldado Garcia Rodrigues, formado policial militar. “Só nós, familiares, sabemos o quanto isso foi sofrido para eles, o que eles passaram e o sofrimento que foi para chegar até aqui. Então, é uma vitória nossa e, principalmente, de Deus, porque foram muitos joelhos dobrados, foi muita oração, muita garra. Eu tenho muito orgulho, não só do meu irmão, mas de toda essa equipe, e agradecer ao governador que apoiou eles também”, disse, emocionada, ao lado do irmão.

“Foi muito difícil para a gente, para os familiares, a gente teve muita dificuldade mas tudo deu certo no final, graças a Deus. É muito importante a gente estar presente e poder ter o orgulho de usar essa farda”, afirmou o policial Garcia Rodrigues, do município de Humaitá (distante 590 quilômetros da capital).

Vida nova 

O soldado Leandro Souza não pensou duas vezes: escolheu o momento da formatura para pedir em casamento a namorada, que esteve com ele durante toda a década em que esperou para servir à PM.

“Emoção em dose dupla, porque ela sempre esteve presente comigo, foram dez anos juntos, temos uma filha de dez anos e ela nunca deixou de me apoiar, nunca deixou de estar perto de mim. Então não vi momento mais propício, mais importante que esse, para pedi-la em casamento”, comentou, emocionado, após ter o pedido aceito pela agora noiva.

De mãe para filho 

De Manacapuru (a 68 quilômetros de Manaus), a policial Taynara Rios trouxe parte da família para a formatura. Entre eles, o filho Gabriel Asafe Rios, que já aos 7 anos sonha com a carreira militar e prestigiou a mãe vestido com a farda da PM

“Eu esperei por muito tempo, tinha muita ansiedade, era um sonho e hoje a gente vê esse sonho realizado, tendo meu filho aqui do meu lado, é a maior gratidão que eu tenho a Deus, por ele estar aqui hoje. Para mim é um orgulho, servir e proteger a sociedade, amar essa farda e representar o estado”, afirmou, ao abraçar o filho.

Quadro fortalecido 

Os 404 militares irão reforçar o policiamento ostensivo no interior do estado. Durante a formatura, o governador informou que os novos praças que se enquadrarem nas normas de disciplina da PM serão lotados nos municípios de origem.

Todos passaram pelo curso realizado pelo Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFap), em parceria com o Instituto Integrado de Ensino de Segurança Pública (Iesp), iniciado em 23 novembro de 2020, e concluído pelos servidores em 25 de outubro de 2021, totalizando 10 meses de estudo teóricos, treinamento e formação tática.

Durante o período de formação, para contribuir no enfrentamento da Covid-19, os alunos soldados trabalharam arduamente em prol da logística, transportando cilindros, equipamentos e materiais destinados ao combate à Covid-19.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Olá, mundo!

Boas-vindas ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o,…

Com apoio do governo, seleção amazonense disputará Campeonato Brasileiro de Luta Livre

Evento ocorre no Rio de Janeiro.

Em pouco mais de um mês, leitos de UTI inaugurados por Wilson Lima já atenderam 58 pacientes em Parintins

Entregue no dia 15 de outubro, primeira ala de UTI está implantada no Hospital Jofre Cohen

PC-AM solicita colaboração na divulgação da imagem de homem que desapareceu no Tarumã-Açu

Alef Gomes Ferreira saiu de casa no dia 23 de novembro deste ano, por volta das 3h