Nesta segunda-feira (25/10), mal amanheceu e alunos já aguardavam pelo início das aulas presenciais em frente à unidade Galileia, na zona norte. Trata-se da nova escola do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam), inaugurada no último dia 20 de outubro.

Foto: Cleudilon Passarinho

Jovens e adultos não escondiam a ansiedade para iniciar os cursos, nem a surpresa diante da beleza da escola, moderna e bem equipada. Muitos disseram que pretendem não sair mais de lá, fazendo cursos em sequência.

“Quero me qualificar e melhorar meu currículo”, revelou Kelvin Marlon, de 17 anos, aluno do curso de Informática básica. Ele está no primeiro ano do Ensino Médio, mora no Tarumã-Açu, zona oeste de Manaus, e cruza a cidade em busca de conhecimento.

Assim como Marlon, Luís Felipe Paz, 19, também conseguiu vaga para o curso de Informática Básica. Ele disse que não vê a hora de ter o certificado em mãos para correr atrás de emprego. “Esse é o primeiro curso pelo Cetam, de muitos outros que farei”, adiantou.

O diretor-presidente do Cetam, professor José Augusto de Melo Neto, estava na escola recepcionando os novos alunos. Ele reafirmou o compromisso do Governo do Amazonas de aumentar a oferta de cursos na capital e interior.

“O governador Wilson Lima se preocupa em incentivar o empreendedorismo. E o Cetam vem fazendo isso, melhorando sempre a qualificação dos trabalhadores.”

Como nunca é tarde para aprender, o Cetam também oferta cursos para quem tem mais idade. É o caso das donas de casa Maria Elizabeth Pereira, 63, e Maria Alice de Souza, 62. As duas são colegas de turma no curso Patch Apliquê e vizinhas no bairro Terra Nova 2, zona norte.

Tanto Elizabeth quanto Alice dizem ter o Cetam marcado em seus corações. O Centro faz parte de suas histórias de vida há muitos anos. “Tenho vários certificados pelo Cetam. Quando fiquei viúva, foram as aulas de costura que me ajudaram a não cair em depressão”, contou Elizabeth.

Já Maria Alice diz que perdeu as contas dos cursos feitos no Cetam. “Já estudei nos Centros de Convivência Maria de Miranda Leão e André Araújo, que ficam bem distantes da minha casa. Agora, com essa escola vizinha, não sairei mais daqui. Era tudo o que eu queria!”, disse Alice, feliz da vida.

Espaço 

A nova escola tem 3.555,12m² de área construída. Conta com seis salas de aula, 16 laboratórios, biblioteca, auditório para mais de 100 pessoas e estacionamento coberto. Tem capacidade para atender 9 mil alunos por ano, sendo 2.250 a cada trimestre, com a oferta de cursos gratuitos.

No Cetam Galileia serão ofertados cursos técnicos e de qualificação profissional. Nesse primeiro momento, os 2.070 alunos inscritos estão divididos em 43 cursos de qualificação profissional. A unidade fica localizada na avenida Tenente Roxana Bonessi, s/nº, conjunto Galileia, bairro Nova Cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar

Prefeitura faz alinhamento para realizar festa de Réveillon na Ponta Negra

O Réveillon deste ano contará com atrações nacionais como Luan Santana e os artistas do segmento gospel, Fernandinho e Leonardo Gonçalves, além de bandas e cantores locais.

Wilson Lima reúne comitê de enfrentamento à Covid-19 para tratar da variante ômicron

Amazonas ainda não teve registro da variante, mas segue em alerta

Amazonas segue em ‘risco baixo’ para Covid-19, conforme nova edição de boletim ampliado da FVS-RCP

Apesar de cenário epidemiológico de “baixo risco”, publicação alerta para aumento de casos no interior do estado

Prefeitura trabalha na recuperação de rede de drenagem profunda

Obras ocorrem no bairro Cidade Nova.