Nesta quinta-feira (05/08), o Governo do Estado firmou uma parceria com a Prefeitura de Manaus para a implantação do Programa de Combate ao Desperdício e à Perda de Alimentos, nas feiras e mercados da cidade. O acordo foi assinado durante o lançamento do 1º Plano Safra de Manaus, ocorrido por volta das 16h, no Shopping Phelippe Daou, zona leste de Manaus.

A parceria visa diminuir os impactos do desperdício de alimentos que não possuem mais valor comercial, mas que ainda mantêm seu valor nutricional e podem ser consumidos. Os alimentos serão selecionados e doados para instituições socioassistenciais cadastradas pelo Governo do Estado, que farão a distribuição para pessoas em situação de vulnerabilidade.

O novo programa será implantado na capital por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), juntamente com a Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc). De acordo com o titular da Sepror, Petrucio Magalhães, trata-se de um programa inédito.

“São 90 toneladas de alimentos que vão para o lixo todos os meses e o Governo do Amazonas lançou um programa inédito de segurança alimentar e nutricional. Esse trabalho conjunto prevê tirar esse alimento que ia para o lixo e levar para a mesa de quem mais precisa, daquelas pessoas em vulnerabilidade social”, destacou o secretário.

O coordenador estadual do Programa de Combate ao Desperdício e à Perda de Alimentos da Sepror, Carlos Henrique da Conceição, explica que a união entre os dois órgãos é fundamental para a execução do trabalho, que envolve um processo desde a conscientização dos feirantes até a entrega dos alimentos doados para as famílias beneficiadas.

“A Semacc ajuda a gente com a sensibilização dos feirantes, conversam com eles, conversam com a gente, a partir daí a gente começa a receber a doação dos feirantes, fazemos uma triagem, uma pesagem desses alimentos, montamos as cestas conforme é visto aqui e saímos para entrega. Tudo isso para combater o desperdício de alimentos que acontece hoje nas feiras”, explicou o coordenador.

Alevinos – Na ocasião, a Sepror também fez a entrega de 30 mil alevinos produzidos em Balbina, que serão distribuídos para os piscicultores de Manaus. A distribuição deverá ocorrer no decorrer do mês de agosto e início de setembro, respeitando o tempo adequado para que o alevino chegue ao tamanho ideal.

Você pode gostar

PM apreende meia tonelada de pescado e mais de 100 metros cúbicos de madeira na Região Metropolitana

Cinco pessoas foram detidas por crimes ambientais.

Batalhão Ambiental apreende cerca de 70 metros cúbicos de madeira ilegal no bairro Nova Cidade

Propriedade foi autuado por crime ambiental.

Bairros da zona Sul lideram ranking de irregularidades na fiscalização urbana

O São José lidera o ranking de bairros com maior obras irregulares.

Governo do Amazonas paga 18ª parcela do auxílio-moradia aos moradores do Monte Horebe

Mais de 2 mil famílias devem receber benefício.