A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP), cumpriu nesta quarta-feira (04/08), por volta das 10h45, mandado de prisão em razão de sentença condenatória em nome de um homem de 55 anos, pelo crime de estupro de vulnerável praticado contra uma criança de 10 anos, em 2012. O indivíduo foi condenado a 20 anos de prisão em regime fechado. O cumprimento do mandado ocorreu na rua São Lázaro, bairro Betânia, zona sul de Manaus.

De acordo com o delegado Marcos Arruda, titular do 1º DIP, o infrator teria feito um “pacto de amizade” com a vítima para que ela não relatasse os acontecimentos.  “A vítima contou que o crime ocorreu diversas vezes naquele ano e que o indivíduo, na época, era seu professor em uma escola pública localizada no Km 07 da BR-174. Ainda segundo a vítima, o estupro era cometido no banheiro da instituição. Após o relato da criança, a responsável formalizou a denúncia, e no dia de hoje conseguimos cumprir o mandado”.

A decisão foi expedida por meio 1ª Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes, no dia 20 de julho deste ano, pela juíza Patrícia Chacon de Oliveira Loureiro. Todo o processo corre em segredo de justiça.

Procedimentos – O homem responderá pelo crime de estupro de vulnerável e após os procedimentos cabíveis, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde permanecerá à disposição da Justiça.

Você pode gostar

Olá, mundo!

Boas-vindas ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o,…

Força Tática apreende 128 tabletes de drogas e prende quadrilha na zona sul

A abordagem foi na ponte da rua Maués, entre Cachoeirinha e Morro da Liberdade.

Brigadas contratadas são insuficientes para proteger Terras Indígenas da Amazônia de incêndios florestais, diz COIAB

Órgão diz que o risco de fogo é acima da média em 2021.

Registros de estelionato crescem 21% no Amazonas, aponta SSP

Pandemia fez explodir número de casos com golpes virtuais